Skip to content

O que escrever na carta de apresentação?

curriculo1

As cartas de apresentação não são mais um requisito básico da conquista da oportunidade profissional já que muitas empresas deixaram de exigir o documento.

Mas, se bem coerente, ela pode sim pesar na decisão do recrutador de se interessar pelo seu currículo.

Segue algumas dias para você chamar a atenção na primeira etapa do processo seletivo – a triagem de currículos.

 

1 – Pré-requisito atendido

Estude os pré-requisitos da vaga e verifique quais aspectos da sua experiência são compatíveis aos requisitos obrigatórios e desejáveis que está sendo pedido.

O importante é que você coloque as competências solicitadas em sua apresentação, mesmo se você desempenhou uma das funções há algum tempo.

Assim você capta a atenção do recrutador rapidamente.

 

2 – Mostre que você conhece a empresa

Descreva seu interesse na empresa, com dados e informações sobre o segmento no qual ela está inserida.

Mostrar que você conhece o posicionamento da empresa no mercado é um diferencial importante para primeira impressão.

Indicar os principais pontos em que você se considera apto para contribuir e agregar valor é a melhor maneira de dizer ao recrutador que está interessado na vaga.

Mas, não se esqueça de selecionar bem o conteúdo a ser destacado. Uma carta muito longa, com mais de 4 parágrafos, pode ter o efeito contrário e desestimular quem lê de buscar mais informações sobre você.

 

3 – Não deixe nenhum erro de português escapar

Uma carta de apresentação bem escrita é a sua primeira oportunidade de demonstrar que tem habilidade de comunicação, uma qualidade essencial para qualquer profissional hoje em dia.

O pior erro poderá ser um tropeço no português. Um simples erro de digitação pode comprometer todo o resultado.

Portanto certifique-se de que o conteúdo está dentro do padrão da língua portuguesa. Peça para alguém reler a carta antes de enviar.

Posts relacionados:

7 ago 2013 | Postado por em Equipe CEVIU | 0 Comentários

Deixe seu Comentário