Skip to content

Dicas para não errar com a apresentação

apresentacao_ceviu_powerpoint 2

Saber fazer boas apresentações é uma habilidade obrigatória para a ascensão de carreira da maioria dos profissionais.

Joyce Baena, sócia e diretora da La Gracia, escola que oferece cursos sobre o tema, compartilha 12 dicas para aquelas pessoas que desejam não errar em suas apresentações.

 

1- Falta de roteiro

O resultado de quem peca pela falta de roteiro é uma reunião de slides sem conexão, e, na maioria das vezes, faltando partes essenciais. Isso provavelmente levará à falta de compreensão do público.

2- Início “morno”

Imagine em um roteiro de cinema, as primeiras cenas geralmente têm o objetivo de captar a atenção do espectador, não é mesmo? Escolha uma frase de destaque. Tente – por meio da sua fala – deixar o público curioso e conquiste a atenção da sua plateia no começo da apresentação.

3- Ausência de imagens ou escolha sem critério

As pessoas pouco usam imagens e quando as utilizam ainda é de maneira tímida.

Dica: A imagem deve estar presente na apresentação, mas tem que ter a sua “razão” de existir. A imagem pode ser linda, mas se ela não dialoga com o texto da sua apresentação deve ficar de fora.

5- Siglas

Rotineiras de muitos profissionais, principalmente do mercado financeiro e de área de tecnologia, a siglas fazem todo o sentido quando a apresentação é interna. No entanto, se o público é leigo no assunto, as siglas podem não ser entendidas.

6- Expressão oral comprometida

Elaborar slides incríveis no Power Point muitas vezes não bastam. É preciso saber como transmitir o conteúdo.

Não olhar para o público, não saber o que fazer com as mãos, falar devagar ou muito rápido, são os erros mais frequentes nas apresentações.

Dica: Trabalhe mudanças de entonação e ao ritmo da voz para não deixar a apresentação monótona. Se a sua fala é lenta o público terá sono e se for rápida demais vai atrapalhar o entendimento dos espectadores.

7- Tamanho da fonte do texto

As pessoas usam fonte 12 como nos trabalhos de faculdade e ninguém consegue ler.

Dica: Recomenda-se que o texto tenha fonte maior, tamanho 28. Assim, mesmo quem estiver no fundo da sala vai enxergar o que está escrito no slide.

8- Não fazer nada para manter a atenção do público

O renomado biólogo molecular John Medina diz que o cérebro humano perde a atenção de 10 em 10 minutos.

Dica: Traga uma inovação, fale uma frase com mais ênfase para captar a atenção.

9- Não aceitar ou não perceber a conexão com o público

O objetivo principal de uma apresentação é criar uma conexão com o público para envolvê-lo a respeito do tema abordado. Se não há essa conexão, o apresentador não vai atingir resultado.

Dica: Ao perceber o interesse do público em responder alguma pergunta ou em interagir em algum sentido, tente dar espaço. Quando há a interação, você sai ganhando, quem consegue criar conexão é muito mais aplaudido.

10- Contraste

Há sempre uma informação que seja mais relevante e mereça destaque. Muitas vezes as pessoas dão o mesmo peso às informações, esquecendo que as mais importantes precisam ser salientadas.

Dica: apenas as informações mais importantes devem ser destacadas. Use alguma forma de contraste para chamar a atenção para os dados mais relevantes.

11- Não deixar espaço em branco

Na ânsia de reunir o maior número de informações sobre o tema da apresentação, muita gente esquece a importância de um visual confortável.

Dica: Além de ser um respiro para o público, o espaço em branco no slide tem uma função importante, pois, ajuda a direcionar o olhar do público para aquilo que merece destaque e isso faz toda a diferença.

12- Nenhuma ou pouca análise

Reunir um número de informações e organizá-las no Power Point sem fazer qualquer tipo de análise é um erro perigoso e que mata o sentido da apresentação. As pessoas pensam que a apresentação é feita só de dados, mas nós já somos inundados por informações o dia inteiro então as informações precisam ser novas, além de fazer sentido.

Dica: antes de fazer a apresentação reúna as informações e faça uma interpretação delas. Lembrando que o números precisam ser analisados.

Fonte: Info – EXAME.com

 

Posts relacionados:

4 mar 2013 | Postado por em Dicas, Informações, O que foi Destaque no blog | 0 Comentários

Deixe seu Comentário